Governo amplia lista de produtos do Minha Casa Melhor

Em reunião extraordinária realizada ontem (16), o Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu ampliar a lista da cesta de produtos contemplados com o financiamento do Minha Casa Melhor, programa destinado a beneficiários do Minha Casa Minha Vida (MCMV). Conforme a decisão do CMN, integram agora a lista produtos como tablet, forno de microondas, móveis para cozinha e estante ou rack. De acordo com a nota da Fazenda, o limite de financiamento para cada beneficiário continua o mesmo – R$ 5 mil -, mas foi admitida a possibilidade de um valor maior para os produtos incluídos na cesta do Minha Casa Melhor.

Veja abaixo a íntegra da nota do Ministério da Fazenda

“MINISTÉRIO DA FAZENDA
ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL

Nota à imprensa
CMN – reunião extraordinária – 16.10.2013

O Conselho Monetário Nacional (CMN) aprovou nesta quarta-feira (16), em reunião extraordinária, a ampliação da lista de produtos que podem ser adquiridos no âmbito do programa Minha Casa Melhor. Foram incluídos no programa os seguintes produtos: tablet, forno de micro-ondas, móveis para cozinha e estante ou rack.

O preço máximo definido para o tablet é de R$ 800, do microondas, R$ 350, dos móveis para cozinha, R$ 600, e de estante ou rack, R$ 350.

A inclusão desses itens atende a uma demanda por novos produtos dos beneficiários do programa. A linha de crédito do Minha Casa Melhor, operada pela Caixa Econômica Federal, continua sendo de R$ 5 mil. As demais condições do programa também não serão alteradas, nem o volume total disponível da linha de crédito anunciado inicialmente.

O CMN aprovou também alteração nos valores limites para aquisição dos produtos que já estavam na lista do Minha Casa Melhor, de forma a ampliar as opções disponíveis, especialmente em termos de qualidade, para os beneficiários e também para aumentar a competição entre os fabricantes.

Dessa forma, o preço limite para aquisição de máquina de lavar passou de R$ 850 para R$ 1100; de cama de solteiro, berço ou cama-box de solteiro, o valor-limite passou de R$ 320 para R$ 400; de mesa com cadeira, de R$ 300 para R$ 400; de sofás, de R$ 375 para R$ 600 e de guarda-roupas, de R$ 380 para R$ 700.

A medida entra em vigor a partir de amanhã.”

Fonte: CAIXA

Share Button